FT-CI

Regiões

América Latina





  • Brasil

    Lições da greve dos operários da Volks

    23.01.2015 "A força dos operários da Volks conseguiu reverter as 800 demissões na planta de São Bernardo do Campo, o que significa não somente uma vitória mas um grito de resistência que certamente chegará em amplos setores da classe operária industrial do nosso país frente aos ataques que já estão vindo. Ao mesmo tempo, esta força operária somente poderá se desenvolver até o final se os trabalhadores, fazendo experiência com suas direções sindicais, puderem concluir as contradições presentes neste mesmo acordo e os limites que a própria direção do Sindicato impõe para impedir o surgimento de uma nova vanguarda operária que tome o destino de suas vidas em suas próprias mãos. Neste balanço buscaremos analisar a partir da situação nacional o resultado da greve da Volks e suas lições para contribuir na luta dos operários industriais do ABC e de todo o país".

    | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    “Lulistas e Dilmistas” frente ao giro ã direita no governo

    21.01.2015 Causou certo alvoroço nos distintos meios e blogs a entrevista de Marta Suplicy no Estadão em que afirmava que “ou o PT muda ou acaba”. Nessa entrevista, a senadora do PT indicava três elementos importantes para a caracterização do governo: a) Existe uma divisão no interior da cúpula máxima do PT, entre Lula e Dilma; b) Aloizio Mercadante, atual ministro da casa-civil e braço direito de Dilma seria um “inimigo” de Lula e c) o presidente do partido, Rui Falcão, teria “traído o partido”.

    AUTOR Iuri Tonelo | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil - LUTA CONTRA O AUMENTO DAS PASSAGENS

    Os atos contra o aumento da passagem podem marcar um novo levante de juventude no Brasil?

    20.01.2015 Começamos o ano com atos importantes nas principais capitais do Brasil, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Recife, Florianópolis, com destaque em São Paulo no primeiro contando com cerca de 10 mil pessoas. Maiores do que os atos que iniciaram Junho, é possível surgir um novo levante de juventude?

    AUTOR Fernanda Montagner | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • GREVES NO ABC PAULISTA

    Volkswagen chantageia com 800 demissões para lucrar mais e arrancar mais benefícios do governo

    09.01.2015 O ano de 2015 começou com o segundo mandato de Dilma e com ele um brutal ataque aos trabalhadores. Primeiro foram as retiradas de direitos sociais e trabalhistas anunciadas em Medida Provisória pela presidente. Agora o ministro da Fazenda Joaquim Levy anuncia um “ajuste”, leia-se mais ataques ás conquistas dos trabalhadores. Nesse contexto, a Volkswagen demite em massa 800 trabalhadores em sua unidade de São Bernardo do Campo, região do ABC.

    AUTOR Maíra Vizcaya , Marcio Barbio | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil - PRIMEIRO "AJUSTE" DE DILMA

    Dilma Rousseff mostra o que significa ser “mal menor”

    02.01.2015 Durante a campanha eleitoral de outubro a candidata Dilma Rousseff e o Partido dos Trabalhadores negaram que tomariam medidas antipopulares, contestando as propostas do tucano Aécio e de Marina Silva de realizar, “logo de cara”, políticas de “ajuste”, ou seja, cortes de gastos sociais e retirada de direitos dos trabalhadores e do povo pobre. A candidata Dilma chegou a retrucar Marina Silva afirmando que não mexeria nos direitos trabalhistas “nem que a vaca tussa”. Agora, no discurso de posse, a presidente Dilma anunciou que seu segundo mandato estará determinado pelo lema “nenhum direito a menos, nenhum passo atrás”. Mentiras! A presidente Dilma fez a “vaca tossir” e iniciou um “ajuste” contra os trabalhadores e os mais necessitados.

    AUTOR Val Lisboa | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Argentina

    Uma grande batalha de classe: como os indomáveis da Lear fizeram para triunfar

    23.12.2014 Uma grande batalha de classe: como os indomáveis da Lear fizeram para triunfar Após 7 meses de luta, e de um corte da Panamericana, no dia de hoje diante das manobras da empresa, se concretizou o triunfo histórico dos operários de Lear, que ganharam o “conflito do ano” contra a multinacional norte-americana, a burocracia sindical da SMATA e o governo. Uma batalha de classe, um conflito político. Os debates na esquerda.

    AUTOR Fernando Scolnik | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • HAITI

    Tropas da ONU não são de “paz”, são de repressão!

    22.12.2014 Desde o fim da semana passada vem circulando na Internet o seguinte vídeo que mostra as “tropas de paz” da Minustah (Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti) reprimindo com tiros manifestantes haitianos. Essas imagens se repetem desde junho de 2004 e o governo brasileiro segue fazendo parte desse grande massacre sofrido por aquele povo. Em troca de maior prestígio para buscar uma cadeira no Conselho de Segurança da ONU, o Brasil e outros países fazem o serviço do imperialismo ianque e sua longa história de invasões e opressões aos haitianos.

    AUTOR Fernando Dovicci | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Argentina

    Grande vitória dos indomáveis de Lear

    16.12.2014 Há alguns instantes saiu uma medida da Sala 10 da Câmara do Trabalho ordenando a reincorporação dos demitidos de Lear. É uma grande vitória dos indomáveis, dos que apostam na luta até o final, e de um conflito levado adiante com um enorme apoio popular em todo o país. Também é um grande precedente contra as demissões massivas.

    AUTOR PTS, Argentina | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • Brasil | COMISSÃO NACIONAL DA VERDADE

    Choro de Dilma lava a cara dos assassinos da ditadura militar

    10.12.2014 No dia 09/12 (terça-feira) foi anunciado o relatório da chamada “Comissão Nacional da Verdade”. Na cerimônia, Dilma celebrou o pacto que garante a impunidade dos responsáveis pelas torturas e assassinatos da ditadura militar. A Comissão Nacional da Verdade foi instalada em 2011. Foram ouvidos 1.120 depoimentos, e foram listados um total de 434 vítimas. Desses, 191 mortos, 33 desaparecidos que tiveram seus corpos encontrados, e 210 que permanecem sem localização. Durante todo o período de investigação, não foi encontrado mais que um corpo desaparecido, de Epaminondas Gomes de Oliveira, desaparecido no dia 20 de agosto de 1971.

    AUTOR Daniel Matos | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Argentina

    Com o estádio repleto, o PTS fechou um ano com mais força militante

    08.12.2014 Sob o sol de uma tarde escaldante, 6.000 pessoas entraram, em colunas de diferentes regiões do país onde tem presença o PTS, para o estádio coberto do Argentinos Juniors. Os oradores fizeram uma retrospectiva dos principais acontecimentos políticos protagonizados durante o ano. Sentiu-se o entusiasmo militante de uma corrente que emergiu com força.

    AUTOR PTS, Argentina | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • Brasil

    5 pontos fundamentais no debate sobre a reforma política

    08.12.2014 O que se discute sobre a reforma política é que ela é necessária para corrigir distorções do atual sistema político e melhorar alguns pontos. Que a fragmentação partidária é que aumenta a corrupção, pois o partido do governo eleito para ser maioria no congresso tem que formar alianças com vários outros partidos, um regime chamado pelos sociólogos de “presidencialismo de coalização”. Que se o financiamento das campanhas fossem públicos os grandes capitalistas deixariam de controlar os políticos.

    AUTOR Thiago Flamé | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Governo Alckmin quer demitir 20 mil professores

    01.12.2014 A categoria de professores da rede estadual de São Paulo, hoje é composta de aproximadamente 190 mil professores. Metade dos professores não são concursados, sendo 40 mil em contratos temporários mais precários, os chamados ‘’Categoria O’’. 20 mil professores podem ser demitidos nesse fim de ano. Isso acontecerá pelo cruel mecanismo da duzentena, que significa que aqueles que tiverem seus contratos terminados no fim desse ano terão que cumprir obrigatoriamente um período de duzentos dias fora da rede estadual

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • REFORMA MINISTERIAL

    Brasil: Onde está a direita?

    26.11.2014 O PT vem fazendo, nas redes sociais, na blogsfera e nas revistas de “centro-esquerda”, uma barulhenta campanha sobre o que chamam de “3° turno”. Este seria uma suposta tentativa das forças oposicionistas de direita e seus tentáculos no Poder Judiciário de encontrar motivos legais para um impeachment de Dilma através de alguma relação entre sua campanha e o escândalo da Petrobrás.

    AUTOR Daniel Matos | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    5 propostas de um petroleiro para realmente defender a Petrobrás

    22.11.2014 A Petrobrás é a empresa símbolo do Brasil. Com suas tecnologias e com as grandes riquezas do petróleo seria possível criar grandes programas de moradia, educação e saúde a serviço da maioria da população. Não é este o uso dela hoje. É preciso defender a Petrobrás. Porém defendê-la não significa só combater os privatistas descarados, como os tucanos. Significa também combater o PT e sua privatização disfarçada.

    AUTOR Leandro Lanfredi | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Mais de 200 trabalhadores no 1° Encontro Nacional do Movimento Nossa Classe

    20.11.2014 O Encontro contou com mais de 50 trabalhadores da USP, e também da Unesp e Unicamp; mais de 40 metroviários e uma forte delegação dos carteiros de Cotia em greve desde o último dia 13. Ainda estavam presentes professores da rede pública dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais; bancários de São Paulo; metalúrgicos do ABC, de Campinas e de Contagem; operários da indústria alimentícia de Osasco e outras categorias. Também esteve presente um companheiro do IBGE, que e fez uma saudação falando um pouco da greve que saíram há pouco tempo.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • CRISE NA PETROBRáS

    Como acabar com a impunidade e os privilégios de corruptos e corruptores?

    18.11.2014 Como acabar com a impunidade e os privilégios de corruptos e corruptores? Cada dia novos ex-diretores e gerentes são presos. No último episódio, dirigentes de várias empreiteiras foram presos também. As denúncias alcançam todas as maiores empreiteiras do país, assim como vários políticos do PT, PMDB, PP, mas também do PSB e PSDB. Dilma declarou em 15/11 que este escândalo “vai mudar a história do Brasil”. Segundo vários jornais, os contratos denunciados envolvem a astronômica soma de R$ 59 bilhões.

    AUTOR Leandro Lanfredi | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • ESQUERDA

    Para onde vai o PSOL?

    16.11.2014 O PSOL conseguiu crescer eleitoralmente este ano. Seu crescimento no Rio foi o que conteve o crescimento do voto nulo. Atraiu em todo país uma parcela, em geral ainda bem minoritária, especialmente nas grandes cidades, de jovens e trabalhadores que se identificaram com sua defesa do direito ao aborto e direitos LGBT. Em alguns lugares como o Rio, foram também expressão de uma alternativa aos principais candidatos do regime.

    AUTOR Leandro Lanfredi | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil | SABESP

    água para matar a sede de lucro dos capitalistas

    12.11.2014 O papel do governo e da Sabesp no engendramento da crise foi ativo, decisivo. Mais que problema de estiagem, a verdade é que a crise é do governo e da burocracia da Sabesp. Profundamente privatizada e historicamente sucateada e aparelhada pela politicalha dominante, a Sabesp não esteve ã altura da crise e, mais que isso, foi inoperante, fracassou completamente em se antecipar, prevenir e administrar a crise. Ora, onde está a natureza nesse processo? Isso nada tem a ver com estiagem e sim com pilhagem de recursos públicos. E com sua privatização.

    AUTOR Gilson Dantas | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • ATO 1° DE NOVEMBRO

    Como combater a direita?

    12.11.2014 Quem viu os vídeos do ato na Avenida Paulista no dia 1 de novembro não pode mais que se indignar com essa direita reacionária que coloca a cabeça para fora defendendo a volta da ditadura. Vê-se o deputado federal recém eleito Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) ao microfone do carro de som aclamando a polícia com uma arma na cintura, ao lado de Lobão (que infelizmente decidiu não ir embora do país) com a bandeira do Brasil nas costas, e grupos de choque hostilizando transeuntes

    AUTOR Daniel Matos , Thiago Flamé | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • América Latina

    Continuidade… com giro (direita)

    06.11.2014 Em outubro, ocorreram as eleições presidenciais no Brasil, Bolívia e Uruguai. Nelas, confirmou-se a continuidade dos governos progressistas nesta parte do continente e a oposição de direita fracassou em impor uma mudança política mais abertamente reacionária. No entanto, os novos mandatos progressistas são anunciados com um marcado giro ã direita.

    AUTOR Eduardo Molina | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • Brasil

    Polícia anuncia e cumpre chacina em Belém do Pará

    06.11.2014 Represálias anunciadas pela polícia e milicianos aterrorizaram moradores dos bairros da região metropolitana de Belém do Pará. A ação conjunta da polícia e de grupos armados teve início nesta madrugada. A ação foi orquestrada em resposta ã morte de um policial membro da R.O.T.A.M. (Ronda Ostensiva Tática Metropolitana), uma tropa especializada em reprimir rebeliões em presídios, controlar multidões e conflitos com o tráfico.

    AUTOR JEAN ILG , Marcela Johnson | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Economia

    Brasil e Argentina em seu fim de ciclo econômico

    02.11.2014 Entre 2003 e 2013, o Brasil cresceu em média 3,7% ao ano e a Argentina, 5,9%. Este crescimento é inédito em termos históricos. Mas, nos últimos anos este crescimento vem se desacelerando fortemente. Em 2014, o país vizinho, terminará o ano estagnado e a Argentina, em recessão. Diante do fim de ciclo, os governos de Dilma Rousseff e Cristina Fernández de Kirchner, enfrentam pressões maiores das burguesias domésticas e imperialistas para ajustar as economias.

    AUTOR Pablo Anino | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • Economia

    Uma interpretação marxista do estancamento secular

    02.11.2014 Em um artigo recente publicado no jornal britânico Financial Times, o economista Gavyn Davies, ressalta que nos anos posteriores ã Grande Recessão de 2008/9, as previsões de crescimento econômico mundial, demostraram ser, de forma recorrente, demasiado elevadas. Esta sobre-estimação do crescimento se produziu tanto com respeito aos principais países denominados “emergentes” como com respeito aos países avançados

    AUTOR Paula Bach | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • Brasil

    O que expressa o resultado eleitoral?

    29.10.2014 Apesar de ter ganhado as eleições, desde 2002 o PT não terminava um pleito tão debilitado. Ainda que tenha voltado a se fortalecer no nordeste e ganhado o importante estado de Minas Gerais, a recente votação de Dilma foi bem inferior ã que ela mesma teve em 2010, e menor ainda do que as duas eleições ganhadas por Lula. O PT na maioria das cidades de maior concentração operária. Se fossem contabilizadas apenas as capitais do país, Dilma teria perdido as eleições para Aécio.

    AUTOR Daniel Matos | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Dilma ganha, mas governo sai enfraquecido

    27.10.2014 Apuradas as urnas, Dilma foi eleita com 51,64% dos votos, enquanto Aécio ficou em segundo lugar com 48,36%. Foi a menor diferença de votos desde a disputa entre Collor e Lula em 1989. Apesar do triunfo, o PT sai mais enfraquecido em relação ás três eleições anteriores, principalmente levando em conta que governará um país que passou pelas manifestações de junho de 2013 e vive uma acelerada deterioração da economia. Apesar da derrota, o PSDB se encontra num momento de maior fortalecimento desde que perdeu o governo federal para o PT em 2002.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Veja, liberdade de imprensa e os interesses da classe trabalhadora

    26.10.2014 Veja, liberdade de imprensa e os interesses da classe trabalhadora A menos de 48h das eleições, o país foi sacudido por uma nova denúncia do escândalo de corrupção da Petrobrás. Segundo a Veja tanto Dilma como Lula sabiam dos esquemas de corrupção, segundo um informante da revista na delação premiada (em segredo de justiça) do doleiro Youssef. Com esta denúncia correndo as redes sociais e principais meios de comunicação, a campanha de Dilma alterou sua última inserção na TV para atacar a revista do grupo Abril, dizendo que irá responsabilizá-la judicialmente

    AUTOR Leandro Lanfredi | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Mobilização massiva no México

    24.10.2014 A manifestação chamada no Distrito Federal mexicano, no âmbito do Dia de Ação Global para Ayotzinapa (último dia 22 de outubro), tornou-se a ação mais maciça desde que começou o movimento democrático de massas que tem estremecido o México a partir das bases, exigindo a aparição dos 43 normalistas desaparecidos. Mais de 100 mil pessoas, de acordo com vários cálculos, incluindo jovens, estudantes, trabalhadores e os setores populares marcharam em uma maré humana real com palavras de ordem contra o governador de Guerrero (Aguirre) e contra Peña Nieto, entre outros.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • México | Entrevista a Simone Ishibashi

    Ato no Consulado do México em solidariedade aos 43 estudantes normalistas desaparecidos

    22.10.2014 No dia 22 de outubro ocorreu uma jornada internacional de manifestações, contra o desaparecimento dos estudantes de Guerrero, no México. A principal exigência das mobilizações internacionais é que os 43 estudantes normalistas da escola rural de Ayotzinapa, desaparecidos desde o dia 26 de setembro, reapareçam com vida. O Movimento Nossa Classe que convocou a manifestação, ao lado de representantes do Sintusp, da Juventude ás Ruas, do Professores pela Base da Apeoesp, Conlutas e militantes do Juntos, estiveram em frente do consulado mexicano em São Paulo na manhã de hoje, integrando a jornada de atos. No Brasil também foi realizado um ato no Rio de Janeiro. Uma delegação foi recebida pelo cônsul em São Paulo, e reafirmou o apoio ao movimento mexicano em prol da reaparição com vida dos estudantes.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Armínio Fraga “versus” Dilma Rousseff : entre o ajuste “suave”, o desemprego e a inflação

    21.10.2014 Com a polarização PT e PSDB no segundo turno, volta ã cena o debate sobre os programas econômicos de Dilma e Aécio: Salário mínimo, emprego e busca pela “confiança dos mercados” são termos do momento neste debate. Novamente, nenhuma palavra sobre os ajustes e a flexibilização dos direitos dos trabalhadores, que ambos candidatos farão para atender aos interesses do lucro dos capitalistas. Mas a verdadeira garantia do nível de emprego e do salário digno virá pelas lutas e pela organização dos trabalhadores e do povo pobre.

    AUTOR Flávia Ferreira | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • ESQUERDA

    Muito espaço fora do PT, mas muito petismo no PSOL

    15.10.2014 O PSOL conseguiu duplicar sua votação nacional, alcançando ainda muito marginais 1,55% dos votos válidos. Com este resultado, duplicou suas bancadas de deputados estaduais e federais. Sua votação, muito pequena comparada com as possibilidades abertas pelas jornadas de junho e pela onda de greves, deixou o PSTU e outros competidores nacionais, com resultados irrisórios, muito atrás.

    AUTOR Leandro Lanfredi | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • MÉXICO

    Crise política após o massacre Iguala

    14.10.2014 O fuzilamento de 22 supostos delinquentes em Tlataya, Estado do México, pelas mãos do exército em junho passado e o massacre de estudantes "normalistas" em Iguala, Guerrero, abriram uma crise institucional no México. Isto em um contexto de crescimento da impunidade com a qual atuam os grupos de narcotraficantes e sicários que enchem as ruas de mortos, onde a ingovernabilidade é evidente.

    AUTOR Mario Caballero | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • RIO DE JANEIRO

    O primeiro turno mostrou que Junho segue vivo: Nem Pezão nem Crivella!

    13.10.2014 O primeiro turno mostrou que Junho segue vivo: Nem Pezão nem Crivella! Como parte da campanha nacional em defesa do voto em Dilma não faltam ativistas nas redes sociais e até analistas em grandes meios que analisam os resultados das eleições no Rio para concluir duas coisas: Junho não se expressou ou a “direita” se fortaleceu. Esta análise interessada não corresponde aos fatos. A reeleição do deputado direitista Bolsonaro e outros candidatos conservadores com votações superiores a 2010 não muda o sentido geral destas eleições: elas expressaram Junho. Em três sentidos: fragmentação e debilidade dos representantes do “regime” e do governo Cabral e Dilma, aumento da crise de representatividade, grande votação do PSOL em geral e especialmente no “centro” do Junho carioca (capital e Niterói).

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • CAMPANHA SALARIAL BANCáRIOS

    Traição da CUT garante greve mais curta da década

    10.10.2014 Mais uma vez a greve dos bancários foi traída descaradamente. Não se trata de um evento isolado, não se trata do período de greve em si. Ano após ano a história vêm se repetindo, mas não sem acumular contradições. A CUT não cumpre papel algum de organização dos trabalhadores durante o período de nossa campanha salarial, e muito menos ao longo do ano, ao contrário fazem todo o possível para abortar qualquer luta que ameace o seu controle.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • RUMO AO SEGUNDO TURNO

    Projeções regionais da disjuntiva brasileira

    08.10.2014 A menos de 20 dias da disputa pelo segundo turno, é previsível que a última parte da corrida eleitoral vai ser dura. Dado o peso econômico e a importância política do Brasil, a briga entre Dilma Rousseff e Aécio Neves pela presidência vai aumentar o interesse externo por uma definição que terá importantes consequências regionais e internacionais. O que está em jogo não é somente o futuro político do gigante latino-americano, mas também uma das peças chaves para a reconfiguração do tabuleiro regional. Claro que, por enquanto, é um “final aberto“, mas já estão circulando distintas análises explorando as possíveis definições. Vale ã pena indicar alguns elementos.

    AUTOR Eduardo Molina | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • Elecciones en Brasil

    Um PT bastante questionado nas mais importantes regiões operárias do país

    06.10.2014 O Partido dos Trabalhadores surgiu na década de ’80 com forte ligação com os trabalhadores em meio ao forte ascenso operário que o país viveu no início daquela década. A onda de greves daquele momento teve seu maior centro no ABC paulista, e dali se alastrou para o interior de São Paulo, Minas Gerais e também o Rio de Janeiro, tomando conta em seguida de todo o país. Lula e o PT, desde então, mantinham amplo apelo e apoio eleitoral nas mais fortes regiões operárias do país. Nas eleições deste final de semana, no entanto, vimos um primeiro e forte questionamento ao PT entre os trabalhadores destes centros industriais brasileiros.

    AUTOR Léo Andrade | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • ELEIÇÕES MOSTRAM FALTA DE ALTERNATIVA

    Contra Dilma e Aécio, voto nulo pela construção de uma saída dos trabalhadores

    06.10.2014 Dilma Rousseff, candidata ã reeleição pelo PT, vence o primeiro turno com 41,6% dos votos, a menor votação em primeiro turno desde 1989. Aécio Neves, que até poucos dias atrás era apontado pelas pesquisas como fora da disputa, foi o principal ganhador, com 33,6%, suplantando a candidata do PSB Marina Silva, foi a principal derrotada, com 21,3%, não se confirmando como “terceira via” contra polarização PT-PSDB.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • ELEIÇÕES Brasil

    PMDB mais forte, regime mais fraco

    03.10.2014 Muita água ainda pode rolar debaixo da ponte até domingo. Mas independentemente dos contornos finais das eleições algo já é possível concluir hoje: o menos moderno dos três pilares partidários do regime (PT, PSDB e PMDB) será justamente o PMDB que sairá fortalecido. E isto prenuncia uma tendência a maior crise de representação e no regime.

    AUTOR Leandro Lanfredi | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • ELEIÇÕES

    PSOL – eleições e debates

    01.10.2014 Com pouco tempo e recursos disponíveis para campanha, Luciana Genro tem aproveitado os debates nacionais para tornar suas posições conhecidas. Ganhou terreno no debate promovido pela CNBB ao se diferenciar de PT e PSDB. No debate do último domingo, adotou postura moderada em meio a afirmações homofóbicas de Levy Fidelix. A candidatura de esquerda com mais visibilidade atrai simpatizantes, mas falha na defesa dos interesses dos trabalhadores e da juventude.

    AUTOR Daniel Alfonso , Fernando Pardal | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Em São Paulo, a burocracia boicota vontade de greve dos carteiros

    01.10.2014 O sindicato dos trabalhadores dos correios de São Paulo, ligado ã CTB (central sindical da base governista do PT), enterrou a mobilização e a vontade de luta dos trabalhadores. Após três anos uma grande luta, os carteiros de São Paulo fizeram a maior assembleia da categoria nos últimos anos. E apesar da categoria votar majoritariamente pela greve, a burocracia encerrou a campanha salarial e fechou o acordo. Revoltados, os trabalhadores se rebelaram contra os diretores do sindicato.

    AUTOR Léo Andrade | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Nem Dilma, nem Marina, nem Aécio

    Nenhum voto nos candidatos dos patrões

    30.09.2014 “Mudança”. É o bordão preferido dessas eleições. Aécio Neves fala de mudança. Marina Silva, ex-ministra do PT e amiga dos bancos, fala de mudança. Até José Serra, Kassab e Skaf falam de mudança. Que mudança é essa, onde nada muda? Onde os mesmos de sempre continuariam governando como sempre? Onde se guarda silêncio diante da morte de homossexuais e mulheres por abortos clandestinos? A mudança que milhões pediram em junho do ano passado é bem outra. Queremos educação, saúde e transporte de qualidade, acessível a todos. Queremos o fim dos privilégios da casta política que governa o país, por uma democracia em que o poder esteja de fato nas mãos dos trabalhadores e do povo pobre.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Declaração da Liga Estratégia Revolucionária - Quarta Internacional

    Com grande vitória, trabalhadores da USP mostram o caminho

    27.09.2014 116 dias de greve, piquetes, atos, passeatas, enfrentamento contra a repressão policial, unidade das bases, Comando de Greve onde os grevistas eleitos discutiam e planejavam tudo para aprovação nas assembleias democráticas que todos, inclusive a diretoria do Sindicato, ficavam obrigados a acatar e implementar. Defesa dos lutadores sociais e dos grevistas de outras categorias, como metroviários, propostas de interesse da população, ganhando aliados para ter mais força. Firmeza e combatividade para enfrentar o reitor Zago e todos os seus aliados. Assim os trabalhadores venceram. Assim fizeram valer o direito de greve - sem punições e descontos dos dias - e de piquete para defender a greve e os grevistas. Assim saíram mais organizados e unidos, mais fortes para seguir as lutas pendentes e contribuir para que toda greve de trabalhadores e lutas populares se fortaleça para vencer. Nesta declaração, nós da LER-QI que compomos a Diretoria do Sintusp com os companheiros Claudionor Brandão, Diana Assunção, Marcelo “Pablito” e Bruno Gilga, além de impulsionarmos com dezenas de independentes o Movimento Nossa Classe, apresentamos algumas das principais lições a serem apreendidas desta importante batalha na USP – “centro político” da greve estadual - resgatando também importantes exemplos que deram os trabalhadores da Unesp e Unicamp.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Eleições Brasil

    As campanhas salariais e a crise do pacto lulista

    26.09.2014 Pela primeira vez em muitos anos os sindicatos metalúrgicos da CUT (central sindical ligada ao PT) em São Paulo estão tendo dificuldades de conseguir reajustes salarias acima do índice oficial de inflação. A patronal alega que existe recessão na economia, enquanto a CUT e o PT acusam que é uma tentativa de enfraquecer a candidatura de Dilma Roussef em beneficio de Marina Silva.

    AUTOR Thiago Flamé | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    O “beija-mãos” da bancada evangélica na política brasileira

    23.09.2014 A entrada em cena de uma candidata com forte e assumida ligação ás igrejas evangélicas como é Marina Silva, e também a presença de um candidato menos expressivo mas longe de ser algo a ignorar, como Pastor Everaldo, trás novamente ã tona a discussão sobre a influência das Igrejas Evangélicas sobre não apenas as campanhas eleitorais, mas o próprio funcionamento do Estado brasileiro.

    | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil

Jornais

  • EDITORIAL

    PTS (Argentina)

  • Actualidad Nacional

    MTS (México)

  • EDITORIAL

    LTS (Venezuela)

  • DOSSIER : Leur démocratie et la nôtre

    CCR NPA (Francia)

  • ContraCorriente Nro42 Suplemento Especial

    Clase contra Clase (Estado Español)

  • Movimento Operário

    MRT (Brasil)

  • LOR-CI (Bolivia) Bolivia Liga Obrera Revolucionaria - Cuarta Internacional Palabra Obrera Abril-Mayo Año 2014 

Ante la entrega de nuestros sindicatos al gobierno

1° de Mayo

Reagrupar y defender la independencia política de los trabajadores Abril-Mayo de 2014 Por derecha y por izquierda

La proimperialista Ley Minera del MAS en la picota

    LOR-CI (Bolivia)

  • PTR (Chile) chile Partido de Trabajadores Revolucionarios Clase contra Clase 

En las recientes elecciones presidenciales, Bachelet alcanzó el 47% de los votos, y Matthei el 25%: deberán pasar a segunda vuelta. La participación electoral fue de solo el 50%. La votación de Bachelet, representa apenas el 22% del total de votantes. 

¿Pero se podrá avanzar en las reformas (cosméticas) anunciadas en su programa? Y en caso de poder hacerlo, ¿serán tales como se esperan en “la calle”? Editorial El Gobierno, el Parlamento y la calle

    PTR (Chile)

  • RIO (Alemania) RIO (Alemania) Revolutionäre Internationalistische Organisation Klasse gegen Klasse 

Nieder mit der EU des Kapitals!

Die Europäische Union präsentiert sich als Vereinigung Europas. Doch diese imperialistische Allianz hilft dem deutschen Kapital, andere Teile Europas und der Welt zu unterwerfen. MarxistInnen kämpfen für die Vereinigten Sozialistischen Staaten von Europa! 

Widerstand im Spanischen Staat 

Am 15. Mai 2011 begannen Jugendliche im Spanischen Staat, öffentliche Plätze zu besetzen. Drei Jahre später, am 22. März 2014, demonstrierten Hunderttausende in Madrid. Was hat sich in diesen drei Jahren verändert? Editorial Nieder mit der EU des Kapitals!

    RIO (Alemania)

  • Liga de la Revolución Socialista (LRS - Costa Rica) Costa Rica LRS En Clave Revolucionaria Noviembre Año 2013 N° 25 

Los cuatro años de gobierno de Laura Chinchilla han estado marcados por la retórica “nacionalista” en relación a Nicaragua: en la primera parte de su mandato prácticamente todo su “plan de gobierno” se centró en la “defensa” de la llamada Isla Calero, para posteriormente, en la etapa final de su administración, centrar su discurso en la “defensa” del conjunto de la provincia de Guanacaste que reclama el gobierno de Daniel Ortega como propia. Solo los abundantes escándalos de corrupción, relacionados con la Autopista San José-Caldera, los casos de ministros que no pagaban impuestos, así como el robo a mansalva durante los trabajos de construcción de la Trocha Fronteriza 1856 le pusieron límite a la retórica del equipo de gobierno, que claramente apostó a rivalizar con el vecino país del norte para encubrir sus negocios al amparo del Estado. martes, 19 de noviembre de 2013 Chovinismo y militarismo en Costa Rica bajo el paraguas del conflicto fronterizo con Nicaragua

    Liga de la Revolución Socialista (LRS - Costa Rica)

  • Grupo de la FT-CI (Uruguay) Uruguay Grupo de la FT-CI Estrategia Revolucionaria 

El año que termina estuvo signado por la mayor conflictividad laboral en más de 15 años. Si bien finalmente la mayoría de los grupos en la negociación salarial parecen llegar a un acuerdo (aún falta cerrar metalúrgicos y otros menos importantes), los mismos son un buen final para el gobierno, ya que, gracias a sus maniobras (y las de la burocracia sindical) pudieron encausar la discusión dentro de los marcos del tope salarial estipulado por el Poder Ejecutivo, utilizando la movilización controlada en los marcos salariales como factor de presión ante las patronales más duras que pujaban por el “0%” de aumento. Entre la lucha de clases, la represión, y las discusiones de los de arriba Construyamos una alternativa revolucionaria para los trabajadores y la juventud

    Grupo de la FT-CI (Uruguay)