FT-CI

Eduardo Molina

  • VENEZUELA

    As eleições parlamentares na Venezuela e o giro à direita na América Latina

    09.12.2015 O resultado eleitoral, segundo dados oficiais publicados até agora, dá uma contundente vitória para a oposição de direita. O MUD teria ficado com 99 vagas das 167 em disputa. O chavismo obteria apenas 46 vagas e ficariam por definir 22 vagas, com as quais a oposição poderia conquistar uma maioria de 3/5 ou mesmo de 2/3 na Assembleia Nacional e redobrar sua pressão.

  • VII CÚPULA DAS AMÉRICAS

    Terminou a Cúpula do Panamá: abriu-se um novo "diálogo americano"

    13.04.2015 O New York Times, que há muito vem editorializando por uma nova política em relação a Cuba, publicou "Obama recebe Raul Castro, fazendo história", enquanto Gramma anunciou: "VII Cúpula das Américas, um evento histórico", sublinhando "a condição histórica de um encontro que transcendeu, acima de tudo, pela primeira participação de Cuba nestes eventos. Os oradores concordaram saudar a presença do presidente Raul Castro aqui, assim como a vontade dos governos dos Estados Unidos e Cuba para restabelecer as relações diplomáticas. Foi reiterado também a rejeição da ordem executiva assinada por Obama, que classifica a Venezuela como uma ameaça".

  • América Latina

    Continuidade… com giro (direita)

    06.11.2014 Em outubro, ocorreram as eleições presidenciais no Brasil, Bolívia e Uruguai. Nelas, confirmou-se a continuidade dos governos progressistas nesta parte do continente e a oposição de direita fracassou em impor uma mudança política mais abertamente reacionária. No entanto, os novos mandatos progressistas são anunciados com um marcado giro ã direita.

  • RUMO AO SEGUNDO TURNO

    Projeções regionais da disjuntiva brasileira

    08.10.2014 A menos de 20 dias da disputa pelo segundo turno, é previsível que a última parte da corrida eleitoral vai ser dura. Dado o peso econômico e a importância política do Brasil, a briga entre Dilma Rousseff e Aécio Neves pela presidência vai aumentar o interesse externo por uma definição que terá importantes consequências regionais e internacionais. O que está em jogo não é somente o futuro político do gigante latino-americano, mas também uma das peças chaves para a reconfiguração do tabuleiro regional. Claro que, por enquanto, é um “final aberto“, mas já estão circulando distintas análises explorando as possíveis definições. Vale ã pena indicar alguns elementos.

  • Egito

    Vergonhosa capitulação da LIT-QI no Egito

    22.08.2013 Uma contribuição essencial dos marxistas ã causa da revolução egípcia e árabe é ajudar a esclarecer os problemas que enfrenta e as vias para seu triunfo, o que põe sobre a mesa um problema central: como podem conquistar o pão, o trabalho, a liberdade, os povos árabes em luta?

  • UMA VEZ MAIS, DEBATE DE ESTRATEGIAS COM O PSTU/LIT-QI

    A situação líbia e a política dos revolucionários

    18.01.2012 LIT-QI, corrente encabeçada pelo PSTU do Brasil, publicou uma nova nota em polêmica com a nossa corrente: "Onde está a revolução e a contra-revolução na Líbia?"...

  • PRIMEIRO TURNO DAS ELEIÇÕES PARLAMENTARES

    Egito: Muito pouco para apagar o fogo

    24.12.2011 Nos dias 28 e 29 de novembro realizou-se no Cairo, em Alexandria e outras regiões a primeira fase das eleições legislativas, que em um complexo mecanismo de eleições regionais divididas em três fases terminará no início de março.

  • Polêmica

    Líbia após a morte de Kadafi. Segue a polêmica na esquerda

    02.11.2011 O processo líbio, em especial a partir da intervenção da OTAN, abriu um amplo debate na esquerda internacional. A sangrenta morte de Kadafi fez retomá-lo em torno do balanço do sucedido até agora e a política a ser levantada pelos marxistas.

  • Notas para un balanço do secto Congresso do PC Cubano

    Concessões ao “mercado” e ajustes no regime

    27.05.2011 O Congresso parece ter significado um éxito político relativo para Raul e sua equipe ao aprovar o plano econômico dos “Alinhamentos”, votar mudanças políticas e conseguir uma composição favorável na cúpula do PC para o bloco dos militares e tecnocratas.

  • Tour de Obama 2011

    Uma agenda imperialista com muitas pretensões e poucas ofertas

    28.03.2011 A vinda do presidente estadounidense ã América Latina era aguardada com grandes expectativas em todos os meios burgueses da região, pois se especulava com grandes anúncios para relançar as relações hemisféricas.

  • Cuba

    Raúl Castro anuncia um ataque ás conquistas dos trabalhadores

    17.08.2010 A falta de concessões do imperialismo norte-americano e europeu logo após a liberação dos presos políticos parece haver postergado por ora a possibilidade de um salto decisivo em uma “via cubana ã restauração capitalista”.

  • Libertação de 52 presos políticos em Cuba

    O que se negocia em Havana?

    15.07.2010 No marco da longa greve de fome mantida por Guillermo Fariñas, cujo estado de saúde era crítico, foi anunciado o importante acordo para a libertação de um grupo de presos políticos e o exílio destes na Espanha, enquanto outros 47, parte também dos detidos em 2003, seriam libertados nos próximos meses. Esteban Morales: “A contra-revolução ganha posições em certos níveis do Estado e do Governo”

  • A Bolívia depois da vitória eleitoral de Evo Morales

    17.12.2009 Nessas eleições não houve dois “projetos de país” fortemente enfrentados, mas sim uma disputa pela representação política que dirija os assuntos do Estado, já que antes da eleição já haviam alcançado muitos “consensos” entre o oficialismo e a oposição.

  • VI Conferência da Fração Trotskista - Quarta Internacional

    América Latina e o Golpe em Honduras

    14.08.2009 Entrevista com Eduardo Molina, membro da ‘Liga Obrera Revolucionaria da Bolívia’ e parte do Comitê Editorial da revista Estratégia Internacional, na qual analisa a situação aberta na América Latina a partir do golpe de estado em Honduras.

  • Bolivia

    Depois da intentona autonomista

    20.09.2008 A intentona autonomista da semana passada foi o ponto mais alto na escalada reacionária lançada desde meados de agosto, buscando bloquear a tentativa do MAS de habilitar o referendo sobre a nova Constituição Política do Estado (CPE), iniciativa que o governo queria tratar no Parlamento para chamar as eleições no próximo 25 de janeiro.


0 | 20 .. (32)
    0 | 20 .. (32)

Jornais

  • EDITORIAL

    PTS (Argentina)

  • Actualidad Nacional

    MTS (México)

  • EDITORIAL

    LTS (Venezuela)

  • DOSSIER : Leur démocratie et la nôtre

    CCR NPA (Francia)

  • ContraCorriente Nro42 Suplemento Especial

    Clase contra Clase (Estado Español)

  • Movimento Operário

    MRT (Brasil)

  • LOR-CI (Bolivia) Bolivia Liga Obrera Revolucionaria - Cuarta Internacional Palabra Obrera Abril-Mayo Año 2014 

Ante la entrega de nuestros sindicatos al gobierno

1° de Mayo

Reagrupar y defender la independencia política de los trabajadores Abril-Mayo de 2014 Por derecha y por izquierda

La proimperialista Ley Minera del MAS en la picota

    LOR-CI (Bolivia)

  • PTR (Chile) chile Partido de Trabajadores Revolucionarios Clase contra Clase 

En las recientes elecciones presidenciales, Bachelet alcanzó el 47% de los votos, y Matthei el 25%: deberán pasar a segunda vuelta. La participación electoral fue de solo el 50%. La votación de Bachelet, representa apenas el 22% del total de votantes. 

¿Pero se podrá avanzar en las reformas (cosméticas) anunciadas en su programa? Y en caso de poder hacerlo, ¿serán tales como se esperan en “la calle”? Editorial El Gobierno, el Parlamento y la calle

    PTR (Chile)

  • RIO (Alemania) RIO (Alemania) Revolutionäre Internationalistische Organisation Klasse gegen Klasse 

Nieder mit der EU des Kapitals!

Die Europäische Union präsentiert sich als Vereinigung Europas. Doch diese imperialistische Allianz hilft dem deutschen Kapital, andere Teile Europas und der Welt zu unterwerfen. MarxistInnen kämpfen für die Vereinigten Sozialistischen Staaten von Europa! 

Widerstand im Spanischen Staat 

Am 15. Mai 2011 begannen Jugendliche im Spanischen Staat, öffentliche Plätze zu besetzen. Drei Jahre später, am 22. März 2014, demonstrierten Hunderttausende in Madrid. Was hat sich in diesen drei Jahren verändert? Editorial Nieder mit der EU des Kapitals!

    RIO (Alemania)

  • Liga de la Revolución Socialista (LRS - Costa Rica) Costa Rica LRS En Clave Revolucionaria Noviembre Año 2013 N° 25 

Los cuatro años de gobierno de Laura Chinchilla han estado marcados por la retórica “nacionalista” en relación a Nicaragua: en la primera parte de su mandato prácticamente todo su “plan de gobierno” se centró en la “defensa” de la llamada Isla Calero, para posteriormente, en la etapa final de su administración, centrar su discurso en la “defensa” del conjunto de la provincia de Guanacaste que reclama el gobierno de Daniel Ortega como propia. Solo los abundantes escándalos de corrupción, relacionados con la Autopista San José-Caldera, los casos de ministros que no pagaban impuestos, así como el robo a mansalva durante los trabajos de construcción de la Trocha Fronteriza 1856 le pusieron límite a la retórica del equipo de gobierno, que claramente apostó a rivalizar con el vecino país del norte para encubrir sus negocios al amparo del Estado. martes, 19 de noviembre de 2013 Chovinismo y militarismo en Costa Rica bajo el paraguas del conflicto fronterizo con Nicaragua

    Liga de la Revolución Socialista (LRS - Costa Rica)

  • Grupo de la FT-CI (Uruguay) Uruguay Grupo de la FT-CI Estrategia Revolucionaria 

El año que termina estuvo signado por la mayor conflictividad laboral en más de 15 años. Si bien finalmente la mayoría de los grupos en la negociación salarial parecen llegar a un acuerdo (aún falta cerrar metalúrgicos y otros menos importantes), los mismos son un buen final para el gobierno, ya que, gracias a sus maniobras (y las de la burocracia sindical) pudieron encausar la discusión dentro de los marcos del tope salarial estipulado por el Poder Ejecutivo, utilizando la movilización controlada en los marcos salariales como factor de presión ante las patronales más duras que pujaban por el “0%” de aumento. Entre la lucha de clases, la represión, y las discusiones de los de arriba Construyamos una alternativa revolucionaria para los trabajadores y la juventud

    Grupo de la FT-CI (Uruguay)