FT-CI

Seção

Política





  • Brasil

    O “beija-mãos” da bancada evangélica na política brasileira

    23.09.2014 A entrada em cena de uma candidata com forte e assumida ligação ás igrejas evangélicas como é Marina Silva, e também a presença de um candidato menos expressivo mas longe de ser algo a ignorar, como Pastor Everaldo, trás novamente ã tona a discussão sobre a influência das Igrejas Evangélicas sobre não apenas as campanhas eleitorais, mas o próprio funcionamento do Estado brasileiro.

    | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    O fiasco eleitoral do PSDB e o futuro desse partido

    22.09.2014 Uma das grandes surpresas dessas eleições é o fracasso eleitoral daquele que até então vinha sendo um dos principais partidos do regime, o PSDB. Partido que é o principal representante do espectro político mais ã direita nas instituições da democracia dos ricos amarga a terceira posição no pleito, já não tendo praticamente chances de ir ao segundo turno. Qual será a influencia dessa posição no futuro desse partido, em um sistema político tão dependente da máquina estatal quanto é o brasileiro?

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    O debate sobre a débil “governabilidade” de Marina Silva

    19.09.2014 Um eventual governo de Marina terá, a princípio, débil base de sustentação no Congresso. Os “superpoderes” da instituição presidencial e o lobby empresarial minimizarão essa debilidade. Mas são as divergências sobre como lidar com a crise econômica, a disputa eleitoral antecipada por 2018 e os movimentos sociais que darão a palavra final.

    AUTOR Daniel Matos | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Entre o fim do lulismo e a ameaça de uma direita renovada

    18.09.2014 Na disputa entre Dilma e Marina estão em jogo: a) a deterioração das bases econômicas que melhoraram as condições de vida dos brasileiros nos últimos anos; b) o choque entre as aspirações engendradas pelo lulismo e os limites impostos pelos problemas estruturais do país; e c) os elementos de crise de representatividade que explodiram em junho do ano passado.

    AUTOR Daniel Matos | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Contra a demagogia dos candidatos capitalistas, lutemos para retomar o caminho de junho

    17.09.2014 Os partidos que defendem os interesses dos capitalistas (Dilma, Marina, Aécio, Everaldo, Levy Fidelix, Eymael, Eduardo Jorge) querem enterrar as demandas de junho e fazer com que os trabalhadores paguem pela crise. Os candidatos que defendem a conciliação de classes desarmam a classe trabalhadora para lutar. A greve dos trabalhadores da USP, ao defender a saúde e a educação, mostrou o caminho para conquistar as demandas de junho.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Nasce La Izquierda Diario

    Primeiro diário digital da esquerda argentina e latino-americana

    17.09.2014 No dia 16 de setembro será publicado La Izquierda Diario, o primeiro diário digital da esquerda argentina e latino-americana, que informará sobre a política, a economia, a cultura, a arte, os esportes, a ciência e a vida cotidiana, e também sobre a realidade da classe trabalhadora e de seus sindicatos, dos movimentos sociais, de mulheres, do movimento LGBT e da juventude de todo o mundo.

    AUTOR PTS, Argentina | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • Brasil | Eleições

    Nenhum voto na conciliação entre trabalhadores e patrões

    10.09.2014 Nessas eleições o PSOL de Luciana Genro volta a receber 15 mil reais da quinta maior rede de hipermercados do país, o grupo Zaffari. Essa não é uma novidade. Já nas eleições anteriores esse partido também recebeu dinheiro da Gerdau, um dos maiores monopólios de aço do Brasil, da Marcopolo, uma das maiores indústrias de produção de ônibus, da Taurus, uma das maiores empresas de armas do mundo, e de empreiteiras que financiaram a candidatura de Edimilson Rodrigues para prefeitura de Belém em 2012.

    AUTOR Daniel Matos | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil | Elecciones

    Por que defendemos o voto crítico em Zé Maria?

    08.09.2014 A principal expressão do descontentamento de junho de 2013 nessas eleições está na falta de entusiasmo de qualquer trabalhador ou jovem em relação ã possibilidade de que seu voto possa mudar algo verdadeiramente. Já antes da morte de Eduardo Campos o voto na Dilma tinha uma significativa carga de “mal menor” contra o PSDB. Mesmo com Marina, ainda que aparente algo “novo”, também tem uma carga de “mal menor frente ao que está aí”, que fica ainda mais forte na medida em que a nova candidata adota um discurso cada vez mais ã direita e mais conservador.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    O PT de Dilma engana os trabalhadores

    06.09.2014 Dilma do PT, Aécio do PSDB, Marina do Rede “hospedada” no PSB, Eymael do PSDC, Fidelix do PRTB e Eduardo Jorge do PV são candidaturas que representam os patrões e este regime político – a democracia dos ricos. Os capitalistas são os responsáveis pela crise econômica que cada vez mais se instala no país e querem que nós trabalhadores paguemos a conta com inflação, desemprego, aumentos de tarifas e cortes nos gastos sociais. Todos eles escondem essa verdade por trás da demagogia das promessas eleitorais. Cada voto destinado a esses partidos será usado para legitimar os ataques que virão. Aproveitemos o debate eleitoral para fortalecer nossa organização independente e nos preparar para impor que a crise seja paga pelos capitalistas!

    AUTOR Daniel Matos | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Marina Silva é parte da “velha política”

    05.09.2014 A burguesia busca utilizar as eleições para apagar a importância das manifestações de junho de 2013 e recompor a imagem dessa “democracia” dos ricos. Por trás da urna está o poder econômico, os milhões que financiam os candidatos, os luxuosos privilégios que sustentam a casta política. Uma máscara para continuar a explorar e oprimir a maioria do povo que sofre com as filas nos hospitais, a precariedade da educação, as enchentes todos os anos, a violência policial, os baixos salários. A demagogia de todos os principais candidatos capitalistas (Dilma Aécio, Marina) pretende esconder os planos de ajuste que implementarão para que sejam os trabalhadores quem pague a crise capitalista. Não podemos aceitar essa realidade. Aproveitemos o debate eleitoral para construir uma força política dos trabalhadores capaz de impor com a luta: Que todo político ganhe o mesmo que um professor! Que todos os cargos políticos sejam revogáveis a qualquer momento!

    AUTOR Daniel Matos | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Debate com o PSTU (Brasil e Argentina) sobre Zanon

    13 anos de uma fábrica militante, produzindo sob controle operário

    05.09.2014 O centro do debate que nos apresentam está no título, em que nos dizem “Lutemos pela estatização de Zanon”, após uma década em que viemos fazendo isso sem interrupção. Nos chamou muito a atenção essa sugestão ã estatização, já que isso foi central na luta dos operários ceramistas de Neuquén, desde que puseram a fábrica a produzir, reivindicando “a expropriação sem pagamento e a estatização sob administração operária”. Ainda que não levantando uma posição “estatista em si”, como fazem alguns setores da esquerda que separam a estatização da administração operária (cedendo conscientemente ou por omissão, segundo o caso, ás estatizações burguesas como as do chavismo), mas ligando ambas as questões.

    AUTOR Graciela López Eguía , Simone Ishibashi | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    A crise da Petrobrás e as eleições: um alimenta o outro

    26.08.2014 A maior empresa do Brasil está atravessando uma crise. Todos os grandes jornais brasileiros estampam algum assunto da Petrobrás todos os dias em suas capas. A nova faceta desta crise é a ameaça de denúncias que o ex-diretor do Abastecimento (setor de Refinarias) faria. Paulo Costa está preso a 200 dias, faria estas denúncias em troca de não ser processado (num mecanismo judicial brasileiro chamado de “delação premiada”). Quanto ele falará, quem ele atingirá, alimenta uma nova expectativa de “fatos inesperados” em uma eleição já fora do script com a morte de Eduardo Campos.

    AUTOR Leandro Lanfredi | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil | San Pablo

    Alckmin e Zago mandam polícia e bombas, mas trabalhadores resistem e mostram força da greve

    23.08.2014 Mais um dia histórico na luta dos trabalhadores da USP. Completando quase 90 dias, enfrentando a intransigência da Reitoria com apoio do Governo Alckmin, os trabalhadores organizaram um novo trancaço. Fechamos a USP por um dia pra denunciar uma universidade que é fechada todos os dias pra população pobre e trabalhadora. Os piquetes nos 3 portões foram violentamente reprimidos pela polícia, mas tiveram que lidar com uma resistência de mais de 1 hora, com os trabalhadores e trabalhadoras da USP ã frente.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Uma morte que dá vida ã “terceira via” contra os trabalhadores

    20.08.2014 A morte por acidente aéreo do candidato a presidente Eduardo Campos gera uma reviravolta nas eleições que ocorrerão em outubro. Marina Silva, a vice-presidente do falecido, ao assumir a cabeça de chapa, mostra muito mais possibilidades de ganhar, dando força ao debate sobre a chamada “terceira via”, que seria uma alternativa ã tradicional oposição entre o PT de Lula e Dilma por um lado e, por outro, o PSDB do ex presidente Fernando Henrique Cardoso e do atual candidato Aécio Neves. Mas Marina, assim como Dilma e Aécio, não é uma alternativa para a maioria explorada e oprimida do país.

    AUTOR Daniel Matos | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Argentina

    Donnelley | Primeiros passos rumo ao controle operário

    16.08.2014 Sábado de madrugada. Nós, trabalhadores, vigiamos a fábrica, montamos guarda, damos voltas, controlamos a movimentação, mandamos mensagens. Há semanas, os vigiamos atentamente. Sabemos que a patronal ianque manobra a todo momento: os arames farpados, as grades nas portas e janelas, a tentativa de retirar a matéria prima impedida pelos operários, a mudança da produção para outras oficinas. Todas as tentativas de nos amedrontar, dividir, criar um clima de terror.

    | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • Brasil

    Sobre a morte de Eduardo Campos

    13.08.2014 No dia 13 de agosto, Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco e candidato ã presidência pelo PSB, morreu em um acidente de avião na cidade de Santos. Frente a sua morte, a imprensa, assim como os políticos que se pronunciaram, buscam vender a imagem de que Campos teve uma carreira política voltada aos interesses do país, como se o Brasil não fosse um país extremamente desigual, com profundas contradições sociais que determinam interesses distintos e que se chocam entre si.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Por que não fazer um “voto útil” no PT como “mal menor”?

    11.08.2014 Daqui até as eleições uma das coisas que mais vamos ouvir será: “o PT é ruim, mas o PSDB é pior”. A campanha de Dilma faz ressoar a ladainha de que os tucanos são pessimistas em relação ao país. Dizem que Aécio representa o “retrocesso” ao que foi o neoliberalismo de FHC nos anos 90, com altos níveis de desemprego, privatizações e desvalorização dos salários. Mas não se trata só do que dizem os petistas. Os trabalhadores que aventam a possibilidade do “voto útil” se baseiam em sua própria experiência: sentem que sua família de fato melhorou de vida nos últimos anos, e veem que pessoas ao seu redor melhoraram de vida. Percebem na prática as estatísticas mostram – seja pelo aumento do emprego, a valorização do salário mínimo ou os programas assistenciais como o Bolsa Família – uma relativa diminuição da pobreza no país.

    AUTOR Daniel Matos | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • LIBERDADE IMEDIATA PARA TODOS OS PRESOS POR LUTAR

    Chega dessa farsa! Liberdade imediata para Fabio Hideki!

    06.08.2014 Saiu finalmente o resultado da perícia sobre os “artefatos explosivos” que serviram como justificativa para a prisão de Fabio Hideki e também para a negação de seu Habeas Corpus, o que faz com que ele esteja há mais de 40 dias preso em Tremembé. Foram duas perícias, que demoraram mais de um mês para “descobrir” que o pacote de salgadinhos e a garrafa de água de Fabio eram incapazes de explodir ou incendiar qualquer coisa.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Inflação: um ajuste dos governos e patrões contra os trabalhadores

    30.07.2014 Vemos a cada compra do mês que os alimentos estão consumindo cada vez mais a nossa renda. Todos os dias os jornais nos bombardeiam com notícias sobre a inflação destacando como é importante o aumento das taxas de juros (hoje em 11% as maiores do mundo) e no trabalho as chefias nos dizem que é hora de começarmos sacrifícios abrindo mão de nossa luta por aumentos reais nos salários, principalmente nas datas bases, como as que virão para o próximo semestre. Como os trabalhadores e o povo pobre devem encarar este fantasma que tanto nos assombra?

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • GREVE DAS UNIVERSIDADES ESTADUAIS PAULISTAS

    Os trabalhadores da USP, Unesp e Unicamp podem vencer

    30.07.2014 Mesmo com todo o cerco da mídia contra a nossa greve durante a Copa do Mundo, mesmo com as férias, e mesmo com a tentativa dos Reitores de dividirem nossa greve propondo reajustes específicos Unesp e Unicamp: a greve chega em agosto no mesmo ritmo e com a mesma força que se iniciou há mais de 60 dias! A tática de desgaste da Reitoria falhou! A divisão de tarefas entre Governador e Reitores não pode mais se sustentar com o início da campanha pré-eleitoral e a tentativa do governador Geraldo Alckmin se reeleger. É questão de vida ou morte para a Reitoria impedir que a greve dos trabalhadores entre no mês de agosto e interfira no prosseguimento do ano letivo.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    Chega dos parasitas dessa “democracia dos ricos”

    23.07.2014 Vem se aproximando mais uma vez aquele momento no qual, a cada dois anos, nos dizem que decidimos o futuro do nosso país. À velha e gasta propaganda do “direito e dever de cidadão” que supostamente exercemos ao ir ás urnas, se soma um nem-tão-novo discurso que diz que “o verdadeiro protesto é nas urnas”. Essas “lições” vêm do mesmo lugar, e essa última, em particular, se dirige ã juventude que foi ás ruas ás centenas de milhares no ano passado e conseguiu barrar os aumentos das passagens; dirige-se também ás dezenas de milhares de trabalhadores que fizeram greves, muitas vezes atropelando seus próprios sindicatos, e conseguiram em muitos casos conquistar aumentos significativos – em especial os garis do Rio.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Brasil

    A luta das mulheres e o transporte público: um debate sobre os vagões exclusivos

    21.07.2014 Há um tempo vem se desenvolvendo na esquerda e no movimento feminista uma discussão acerca da criação de vagões exclusivamente para mulheres (também conhecidos no movimento como “vagões rosas”). Essa discussão adquiriu um novo capítulo no Estado de São Paulo nos últimos dias após aprovação na Assembleia Legislativa do projeto de lei (175/13), no dia 03/07, assinado pelo deputado Jorge Caruso do PMDB, que reserva um vagão específico para mulheres em cada trem da CPTM e metrô de SP. O que falta para ser aprovado é a sanção do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que teoricamente teria 15 dias para dar um resposta. Junho de 2013 escancarou as condições precárias dos serviços sociais, como o transporte público com tarifas caríssimas, superlotação, quantidade de linhas que não atende a população e os assédios dentro dos vagões dos trens e metrô da qual as mulheres são vítimas todos os dias. Desde o começo do ano a questão dos assédios no transporte público tem tido repercussão e sido bastante debatida entre o movimento feminista, agora com campanhas a favor e contra vagão exclusivo para as mulheres.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • COPA DO MUNDO NO BRASIL

    Para quê serviu a Copa do Mundo no Brasil?

    16.07.2014 Apesar das muito medíocres passagens da seleção brasileira pelas oitavas e quartas de final, a paixão pelo futebol fez com que a torcida pela seleção tomasse o sentimento da maioria da população. Durante algumas semanas, as enchentes, as filas nos hospitais, as escolas que se assemelham a cadeias, a precariedade e os altos preços dos transportes, a falta de moradia, a corrupção deslavada, as greves contra a desvalorização dos salários provocada pela crescente inflação, todas essas questões que vinham se alternando no primeiro plano da realidade política nacional passaram para um segundo plano em função da torcida e da diversão proporcionada pelos jogos.

    AUTOR Daniel Matos | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • GREVE DO METRÔ DE SÃO PAULO

    A verdade sobre uma direção que não esteve ã altura da heróica greve dos metroviários

    15.07.2014 Num artigo intitulado “A verdade sobre a heróica greve dos metroviários de São Paulo” o presidente do Sindicato dos Metroviários e militante do PSTU/LIT, Altino, polemiza com o que diz ser as posições da LER-QI sobre a greve. Diz que somos um “pequeno grupo na categoria”, mas “respondeu” nosso balanço porque somos dezenas junto a independentes no Metroviários pela Base (MPB) e influenciamos outras centenas, que apesar da derrota estão tirando conclusões pela esquerda da greve, construindo uma alternativa combativa e classista. No site da LIT o texto está na capa. O PSTU quer encobrir para a esquerda internacional sua incapacidade de dirigir a greve dos metroviários para transformá-la numa “batalha de classe”. Mas no site do PSTU não se encontra. Os metroviários do PSTU nem difundem esse artigo.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Extraordinária Conferência de imprensa no Congresso Nacional

    Os trabalhadores da Lear anunciam uma intensificação de seu plano de luta

    15.07.2014 Os trabalhadores da Lear anunciaram hoje uma intensificação de seu plano de luta pela reincorporação dos 110 demitidos, 100 suspensos sem nenhuma remuneração e pelo regresso de sua comissão interna ã planta da fábrica que a autopeças norte-americana tem em General Pacheco (Zona Norte de Buenos Aires) em uma conferência lotada pública realizada no Congresso Nacional, na qual participaram desde ás Mães da Praça de Maio até deputados nacionais e estaduais, além de dezenas de organizações sociais solidárias. Os trabalhadores anunciaram uma nova jornada nacional de luta com piquetes e outras medidas de luta para a próxima quarta-feira, 16 de julho. Antes disso, na terça-feira, dia 15, se manifestarão em frente ao Ministério do Trabalho para exigir sua intervenção frente ã evidente ilegalidade em que se encontra a empresa Lear Corporation.

    AUTOR PTS, Argentina | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • LEAR NA ARGENTINA

    Lear, uma dura resistência operária

    11.07.2014 A luta dos operários de Lear já é conhecida por milhões. A simpatia é forte e não é casual. Eles enfrentaram as demissões, e o povo trabalhador sabe que se as empresas tem via livre para demitir, quanto mais avance a crise, esse grande flagelo dos anos ’90 que foi o desemprego pode voltar com força renovada.

    AUTOR Jonatan Ros | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • Argentina - LEAR

    Grande jornada nacional de luta contra as demissões na autopeças Lear

    09.07.2014 Com cortes e bloqueios de ruas e acessos em várias cidades do país, realizou-se hoje uma grande jornada nacional de luta contra as demissões na fábrica de autopeças norteamericana Lear Corporation, causa que motivou o apoio da CGT Hugo Moyano [1] e a presença do deputado Facundo Moyano esta manhã nas portas desta fábrica na localidade de General Pacheco.

    AUTOR PTS, Argentina | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • TRAGÉDIA EM MINAS GERAIS

    Mais dois jovens mortos em obras da Copa: a prefeitura e a Cowan são as responsáveis

    05.07.2014 Mais dois jovens morreram em consequência das obras da Copa em Belo Horizonte: Hanna Cristina Santos, motorista de ônibus, de 24 anos, e Charlys Frederico Moreira do Nascimento, servente de pedreiro, de 25 anos. Prestamos nossa solidariedade no luto das famílias de Hanna e Charlys a mais essa tragédia decorrente das obras da Copa do Mundo no Brasil.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Argentina | XIV CONGRESSO DO PTS

    As tarefas do partido no Congresso do PTS: novos meios para multiplicar a influência política e a militância operária e juvenil

    01.07.2014 O informe, a cargo de Fredy Lizarrague, partiu de reafirmar que do ponto de vista do objetivo do PTS de construir um partido revolucionário da vanguarda operária, se encontrava na transição “de 1.000 a 10.000” militantes, onde o próprio desenvolvimento já não depende só da atividade propagandística (como em grupos menores), senão essencialmente de acertar ou não na política mais geral e dos triunfos e derrotas na luta de classes. Os avanços na inserção no movimento operário e estudantil, na conquista de presença política nacional com deputados nacional e provincial, e o desenvolvimento como força militante, nos localizam nessa transição. Para ilustrar, tomou a discussão que faz Trotsky na Alemanha nos anos ‘30 com o Partido Comunista: esse ano a Internacional Comunista de conjunto discutia o problema da “desproporção”, no sentido de que os PC haviam crescido eleitoralmente na França e na Alemanha, mas não como força militante. Na Alemanha o PC crescia 1,3 milhão de votos, enquanto os fascistas cresciam 5,6 milhões. Trotsky discute primeiro que o balanço eleitoral em si não era pra festejar, como fazem os stalinistas, e depois o problema da “desproporção” entre a influência política e o desenvolvimento militante. Assinala que o stalinismo alemão vai tentar resolver a ‘desproporção’ com medidas organizativas: “temos influencia eleitoral, temos que nos construir, então vamos meter gente no partido aos montes”. É uma interpretação burocrática, administrativa, do problema. Há um problema político, dizia Trotsky. Na Alemanha, os operários não têm confiança no PC. Votam nele porque representa a Revolução de Outubro na Rússia, por suas bandeiras, não pelas políticas da direção. Nesse momento tiveram a política desastrosa do “Terceiro período”, ou seja, a caracterização dos socialdemocratas como “social-fascistas”, em lugar da frente única operária contra os nazistas. Não podem gerar entusiasmo e confiança nos operários para militar no partido. Embora os socialdemocratas tirem 8,6 milhões de votos e o Partido Comunista 4,6 milhões, esses votos socialdemocratas tampouco são muito fanáticos de seu próprio partido. O PC tão é desastroso que poderia ter crescido muito mais eleitoralmente.

    AUTOR PTS, Argentina | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • XIV CONGRESSO DO PTS

    Congresso do PTS lança campanha contra a dívida e vota pré-candidatos para fórmula presidencial

    23.06.2014 O XIV° Congresso do PTS, que está em sessão na Cidade de Buenos Aires desde a sexta-feira, dia 20/6, votou por unanimidade na sessão de hoje (21/6) lançar uma “campanha nacional pelo não pagamento da dívida externa” e a exigência de “uma consulta popular vinculante para que seja o povo que decida”. Nos fundamentos da resolução se coloca que “a extorsão não só vem dos fundos abutres, mas da mecânica do conjunto da dívida externa. Não defendemos o não pagamento como uma medida isolada, mas como parte de um programa integral de soberania nacional contra o imperialismo, que inclui a criação de um banco nacional único e a nacionalização do comércio exterior”.

    AUTOR PTS, Argentina | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • Argentina | XIV CONGRESSO DO PTS

    O PTS resolve lançar um jornal e vota pré-candidatos para a fórmula presidencial

    23.06.2014 Um jornal digital multimidia, pré-candidatos para a fórmula presidencial da Frente de Esquerda e uma campanha pelo não pagamento da dívida externa e pela convocatória de uma consulta popular para decidir sobre o tema foram algumas das principais resoluções do XIV Congresso do PTS que sediou suas sessões na Cidade de Buenos Aires, da sexta-feira dia 20/6 até o domingo dia 22/6.

    AUTOR PTS, Argentina | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • Argentina: XIV Congresso do PTS

    Congresso do PTS lança campanha contra a dívida e vota pré-candidatos para fórmula presidencial

    22.06.2014 O XIV° Congresso do PTS, que está em sessão na Cidade de Buenos Aires desde a sexta-feira, dia 20/6, votou por unanimidade na sessão de hoje (21/6) lançar uma “campanha nacional pelo não pagamento da dívida externa” e a exigência de “uma consulta popular vinculante para que seja o povo que decida”. Nos fundamentos da resolução se coloca que “a extorsão não só vem dos fundos abutres, mas da mecânica do conjunto da dívida externa. Não defendemos o não pagamento como uma medida isolada, mas como parte de um programa integral de soberania nacional contra o imperialismo, que inclui a criação de um banco nacional único e a nacionalização do comércio exterior”.

    AUTOR PTS, Argentina | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • TRIUNFO EM GESTAMP NA ARGENTINA

    Roberto Amador, depois de sair da grua de Gestamp: "Logramos um grande triunfo, conquistamos a conciliação obrigatória com todos os demitidos dentro da fábrica"

    01.06.2014 (Escobar, 31/5/14) Roberto Amador, um dos 9 trabalhadores que permaneceram por mais de 4 dias no alto da ponte grua da empresa Gestamp, reivindicando sua reincorporação, declarou que “conseguimos um grande triunfo porque com nossa luta obrigamos o Ministério do Trabalho da Província a decretar a conciliação obrigatória, com todos os demitidos em nossos postos de trabalho, por 15 dias úteis. É exatamente o que o SMATA se vinha negando a pedir desde que a empresa nos demitiu de forma totalmente injusta e discriminatória, e quando começamos nossa luta”.

    AUTOR PTS, Argentina | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • Boletim Unificado · Movimento Nossa Classe, Juventude ás Ruas e Pão e Rosas

    Greve das estaduais paulistas

    30.05.2014 Impulsionar a greve unificada Contra os cortes de gastos e o arrocho salarial Abertura das contas das universidades e fundações Não ao pagamento da dívida pública, por mais verbas públicas, sob controle de estudantes, trabalhadores e professores Para uma universidade a serviço dos trabalhadores! Unir as greves em uma paralisação nacional!

    AUTOR Juventude Às Ruas , Movimento Nossa Classe , Pão e Rosas, grupo de mulheres | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • CRISE NA UCRÂNIA

    Recrudescem os combates no leste da Ucrânia

    28.05.2014 Após as eleições presidenciais de domingo 25/05, onde ganhou com folga o magnata Poroshenko com mais de 50% dos votos e, após uma breve trégua para permitir o andamento dos comícios, segunda-feira, 26, se reiniciaram e recrudesceram os combates na região do Donbass, no leste da Ucrânia. Centrados na luta pelo controle do estratégico aeroporto da cidade de Donetsk, ao fechamento desta edição os combates se arrastavam por três dias sem trégua e mais de cem mortos e dezenas de feridos.

    AUTOR Diego Dalai | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • MÉXICO: UM GRANDE TRIUNFO

    Surge uma nova alternativa operária e socialista no México

    21.05.2014 Esta quarta-feira, 21 de maio, o Conselho Geral do Instituto Nacional Eleitoral (INE) aprovou por unanimidade a solicitação do Movimento dos Trabalhadores Socialistas (MTS), organização irmã da LER-QI no México, para obter seu registro como Agrupação Política Nacional (APN). A obtenção da legalidade é produto de uma intensa campanha militante, que a anterior Liga de Trabalhadores pelo Socialismo, junto a trabalhadores, estudantes, jovens, mulheres e ativistas da diversidade sexual, impulsionamos nas ruas, nas praças públicas, nas escolas, nas zonas fabris, nos centros de trabalho, e que hoje confluímos nesta nova alternativa da esquerda socialista e revolucionária, o Movimento dos Trabalhadores Socialistas. Durante toda nossa campanha para obter registro como APN, insistimos e demos ênfase na antidemocrática e restritiva legislação existente, que impede que os trabalhadores tenhamos uma representação política própria. Por isso apoiamos o direito das organizações de trabalhadores e da esquerda (como a Organização Política do Povo e dos Trabalhadores – OPT – que impulsiona o Sindicato Mexicano de Eletricistas) para que possam obter direitos plenos.

    AUTOR Sandra Romero , Sergio Moissens | ORGANIZAÇÃO MTS (Movimiento de Trabajadores por el Socialismo / Movimento de Trabalhadores pelo Socialismo) do México
  • SOBRE A VERGONHOSA POSIÇÃO DA LIT-QI NO EGITO

    Egito: golpe contrarrevolucionário, repressão e o desmoronamento teórico da LIT-QI

    16.05.2014 Em uma recente declaração sobre a situação no Egito, o Secretariado Internacional da LIT-QI tenta responder, em alguma medida, as críticas a suas vergonhosas posições, críticas que iniciamos desde a FT-QI. Novamente, tratam de defender sua posição de que no Egito houve uma revolução democrática triunfante, e que a queda do ex-presidente Morsi foi produto da ação revolucionária das massas e não mediante um golpe do Exército e seus sócios civis, que abriu o caminho a uma ofensiva contrarrevolucionária por parte do novo governo.

    AUTOR Diego Sacchi | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • CRISE NA UCRÂNIA

    Ucrânia. Entre a diplomacia e o espectro da guerra civil

    12.05.2014 Depois de semanas de crescente tensão nas regiões do leste e sul da Ucrânica, as potências ocidentais, através de seu representante, o presidente da Suíça e o presidente russo, Vladimir Putin, reabriram a negociação diplomática para tentar mudar o curso da situação.

    AUTOR Claudia Cinatti | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • REPRESSÃO, PERSEGUIÇÃO, ENCARCERAMENTO E CONDENAÇÃO À MORTE

    Egito: assim avança a "revolução democrática"?

    04.05.2014 Novamente um tribunal no Egito condena ã morte centenas de militantes da Irmandade Muçulmana pelo suposto assassinato de um policial em agosto de 2013, que sucedeu no mesmo dia em que o governo cívico-militar ordenava a repressão aos acampamentos muçulmanos que pediam a restituição de Morsi na presidência. Esta nova escandalosa condenação se dá no marco do plano contrarrevolucionário que vem aplicando o governo cívico militar que assumiu depois do golpe que terminou com o governo Morsi, que se encontrava em xeque pelas mobilizações populares (como explicamos na nota publicada, “É preciso uma política revolucionária para o Egito”).

    | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • POlàŠMICA SOBRE MOTINS POLICIAIS

    Os motins policiais na Bahia e a falência da esquerda brasileira

    24.04.2014 Após a greve dos garis, que mostrou a classe trabalhadora emergindo como um forte sujeito politico derrotando os governos de Paes e Cabral no Rio de Janeiro, inclusive enfrentando a repressão policial e da guarda municipal e a justiça trabalhista, e demonstrando um forte sentimento antiburocrático mais generalizado nos setores mais precarizados se aponta a impossibilidade de recuperar aspectos fundamentais do lulismo como o imobilismo social através das burocracias sindicais.

    AUTOR Virginia Guitzel | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Apontamentos Militantes

    Argentina: Paralisação nacional do 10 de Abril, “a unidade do movimento operário com a esquerda” e a construção de um partido leninista de vanguarda

    11.04.2014 Grandes ações como a paralisação nacional da quinta passada permitem clarificar a consequência entre discurso e pratica política das correntes de esquerda. Ante a convocatória a uma paralisação “domingueira” por parte de Moyano, Barrionuevo e Micheli, toda a esquerda se pronunciou pela necessidade de fazer uma paralisação “ativa”.

    AUTOR Fredy Lizarrague , Jonatan Ros | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil
  • Cuba. Avança a restauração capitalista

    11.03.2014 Após 6 anos de reformas graduais e parciais impulsionadas por Raúl Castro, que iniciaram em 2007 e adquiriram um novo impulso e legitimidade com a aprovação pelo VI Congresso do PCC em 2011 das Orientações gerais da política econômica e social, a sociedade cubana está mostrando mudanças evidentes tanto na plataforma legal do Estado tendentes a uma abertura econômica ao capital estrangeiro e o impulso do setor privado, como em sua estrutura social.

    AUTOR Diego Dalai | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • QUEDA DE YANUKOVICH NA UCRÂNIA

    Aonde vai a Ucrânia?

    01.03.2014 Depois de semanas com violentos enfrentamentos, que deixaram um saldo de quase 100 mortos, entre eles vários policiais, a 23 de fevereiro o parlamento ucraniano destituiu o presidente Víctor Yanukovich, nomeou Alexandr Turchinov (do principal partido opositor liberal) como presidente provisório, e chamou a eleições antecipadas para o dia 25 de maio.

    AUTOR Claudia Cinatti | ORGANIZAÇÃO PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas/ Partido dos Trabalhadores Socialistas) da Argentina
  • BASTA DE CRIMINALIZAR E REPRIMIR O DIREITO A MANIFESTAÇÃO!

    Respondamos com atos massivos no dia 13/03 em todo o país

    25.02.2014 O 2° ato contra a Copa, realizado em São Paulo no dia 22/02, foi vítima de uma orquestrada política de amedrontamento, criminalização e repressão por parte das forças repressivas do Estado. Desde a morte do cinegrafista Santiago Andrade, setores mais descaradamente reacionários da sociedade vêm buscando utilizar de forma oportunista esse lamentável acidente para recrudescer a legislação e a orientação repressiva do Estado para cercear o livre direito de manifestação e protesto da população, que desde junho de 2013 vem expressando um profundo descontentamento social e político.

    AUTOR LER-QI, Brasil | ORGANIZAÇÃO LER-QI (Liga Estratégia Revolucionária) do Brasil

Jornais

  • EDITORIAL

    PTS (Argentina)

  • Actualidad Nacional

    MTS (México)

  • EDITORIAL

    LTS (Venezuela)

  • DOSSIER : Leur démocratie et la nôtre

    CCR NPA (Francia)

  • ContraCorriente Nro42 Suplemento Especial

    Clase contra Clase (Estado Español)

  • Movimento Operário

    MRT (Brasil)

  • LOR-CI (Bolivia) Bolivia Liga Obrera Revolucionaria - Cuarta Internacional Palabra Obrera Abril-Mayo Año 2014 

Ante la entrega de nuestros sindicatos al gobierno

1° de Mayo

Reagrupar y defender la independencia política de los trabajadores Abril-Mayo de 2014 Por derecha y por izquierda

La proimperialista Ley Minera del MAS en la picota

    LOR-CI (Bolivia)

  • PTR (Chile) chile Partido de Trabajadores Revolucionarios Clase contra Clase 

En las recientes elecciones presidenciales, Bachelet alcanzó el 47% de los votos, y Matthei el 25%: deberán pasar a segunda vuelta. La participación electoral fue de solo el 50%. La votación de Bachelet, representa apenas el 22% del total de votantes. 

¿Pero se podrá avanzar en las reformas (cosméticas) anunciadas en su programa? Y en caso de poder hacerlo, ¿serán tales como se esperan en “la calle”? Editorial El Gobierno, el Parlamento y la calle

    PTR (Chile)

  • RIO (Alemania) RIO (Alemania) Revolutionäre Internationalistische Organisation Klasse gegen Klasse 

Nieder mit der EU des Kapitals!

Die Europäische Union präsentiert sich als Vereinigung Europas. Doch diese imperialistische Allianz hilft dem deutschen Kapital, andere Teile Europas und der Welt zu unterwerfen. MarxistInnen kämpfen für die Vereinigten Sozialistischen Staaten von Europa! 

Widerstand im Spanischen Staat 

Am 15. Mai 2011 begannen Jugendliche im Spanischen Staat, öffentliche Plätze zu besetzen. Drei Jahre später, am 22. März 2014, demonstrierten Hunderttausende in Madrid. Was hat sich in diesen drei Jahren verändert? Editorial Nieder mit der EU des Kapitals!

    RIO (Alemania)

  • Liga de la Revolución Socialista (LRS - Costa Rica) Costa Rica LRS En Clave Revolucionaria Noviembre Año 2013 N° 25 

Los cuatro años de gobierno de Laura Chinchilla han estado marcados por la retórica “nacionalista” en relación a Nicaragua: en la primera parte de su mandato prácticamente todo su “plan de gobierno” se centró en la “defensa” de la llamada Isla Calero, para posteriormente, en la etapa final de su administración, centrar su discurso en la “defensa” del conjunto de la provincia de Guanacaste que reclama el gobierno de Daniel Ortega como propia. Solo los abundantes escándalos de corrupción, relacionados con la Autopista San José-Caldera, los casos de ministros que no pagaban impuestos, así como el robo a mansalva durante los trabajos de construcción de la Trocha Fronteriza 1856 le pusieron límite a la retórica del equipo de gobierno, que claramente apostó a rivalizar con el vecino país del norte para encubrir sus negocios al amparo del Estado. martes, 19 de noviembre de 2013 Chovinismo y militarismo en Costa Rica bajo el paraguas del conflicto fronterizo con Nicaragua

    Liga de la Revolución Socialista (LRS - Costa Rica)

  • Grupo de la FT-CI (Uruguay) Uruguay Grupo de la FT-CI Estrategia Revolucionaria 

El año que termina estuvo signado por la mayor conflictividad laboral en más de 15 años. Si bien finalmente la mayoría de los grupos en la negociación salarial parecen llegar a un acuerdo (aún falta cerrar metalúrgicos y otros menos importantes), los mismos son un buen final para el gobierno, ya que, gracias a sus maniobras (y las de la burocracia sindical) pudieron encausar la discusión dentro de los marcos del tope salarial estipulado por el Poder Ejecutivo, utilizando la movilización controlada en los marcos salariales como factor de presión ante las patronales más duras que pujaban por el “0%” de aumento. Entre la lucha de clases, la represión, y las discusiones de los de arriba Construyamos una alternativa revolucionaria para los trabajadores y la juventud

    Grupo de la FT-CI (Uruguay)